A Universidade Federal do Rio Grande (FURG) está localizada na cidade do Rio Grande, a mais antiga do estado do Rio Grande do Sul. Fundada pelos portugueses em 1737, atualmente com cerca de 200 mil habitantes, Rio Grande situa-se às margens do estuário que liga a Lagoa dos Patos ao Oceano Atlântico e abriga o único porto marítimo do estado e um dos principais centros pesqueiros do país. Desde sua fundação, a FURG voltou-se para o estudo do mar, e em 1987 foi aprovada como vocação institucional 'o estudo e a compreensão das inter-relações entre os organismos, incluindo-se aí o homem, e o ecossistema costeiro'. Essas diretrizes passaram então a nortear a política acadêmica da Universidade. Os estudos sobre o cultivo de peixes e camarões iniciaram em 1972, como parte do curso de graduação em Oceanologia. Entretanto, o grande impulso nesta área ocorreu em 1989, com a construção da Estação Marinha de Aquacultura (EMA) na praia do Cassino e a incorporação do Laboratõrio de Aqüicultura Continental (LAC) na enseada estuarina do Saco do Justino, em 1995.
 

Sensível à vocação institucional da FURG e conscientes de suas potencialidades, um grupo de professores, pesquisadores da área de Aqüicultura, decidiu, a partir de 1999, organizar um Programa de Pós-Graduação específico, destinado a capacitar profissionais nessa área do conhecimento.

OBJETIVO

O Programa de Pós-Graduação 'stricto sensu' em Aqüicultura (PPGAq) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), tem por OBJETIVO GERAL: "Formar profissionais capazes de planejar, assistir, orientar, conduzir, avaliar e prevenir impactos, diagnosticar problemas, criar e adaptar soluções tecnológicas para o cultivo de organismos aquáticos' visando promover o desenvolvimento científico e tecnológico da criação de organismos aquáticos". São Objetivos Específicos do PPGAq:

  • Promover o desenvolvimento tecnológico da criação de organismos aquáticos;
  • Incentivar a realização de estudos das exigências nutricionais das espécies potencialmente cultiváveis;
  • Viabilizar estudos sobre as principais patologias dos organismos cultivados, seu impacto sobre a atividade produtiva, suas formas de prevenção e controle;
  • Desenvolver estudos relacionados a biotecnologia e ao melhoramento genético de organismos economicamente viáveis para a aqüicultura;
  • Realizar estudos visando o desenvolvimento da aqüicultura;
  • Buscar o conhecimento da biologia da reprodução de organismos aquáticos cultiváveis, com vistas ? sua aplicação em escala comercial.

 

ÁREA DE ATUAÇÃO

 

O Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura está instalado numa região com grandes perspectivas de crescimento da atividade de produção de organismos aquáticos, tanto em águas marinhas e estuarinas quanto em águas interiores. O estado do Rio Grande do Sul tem apresentado taxas de crescimento significativas da produção e do consumo interno de pescado, especialmente na sua região central e no noroeste do estado. Na região costeira alguns projetos de criação de camarão têm apresentado resultados satisfatórios, o que certamente estimulará a aplicação de novos investimentos nesta região. Também a produção de peixes em sistema de policultivo de carpas tem se estendido para a região próxima à costa do Rio Grande do Sul, avançando sobre a região de influência da Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Por outro lado, a FURG, numa clara política de expansão, tem estendido sua atuação para inúmeros municípios, seja com a criação de cursos presenciais, seja com a criação de cursos a distância, dentro da política da Universidade a Distância (UAD), do governo Federal.  
Neste contexto, o Programa de Pós-Grduação em Aqüicultura (PPGAq), em sua área de atuação, tem a responsabilidade de desenvolver tecnologias aplicadas às condições locais, com espécies nativas e exóticas bem adaptadas ao nosso clima e com expressivos potenciais de produção.

Os profissionais capacitados no PPGAq têm à sua disposição um mercado de trabalho em crescimento. No país, a demanda por profissionais capacitados em Aqüicultura também tem sido crescente. Trata-se de um fenômeno natural, de procura por profissionais qualificados que venha a atender um mercado que tem experimentado uma grande expansão no últimos anos.

 

Fazem parte do Programa os cursos de Mestrado e de Doputorado em Aqüicultura:
O Mestrado foi aprovado pela CAPES em 04 de outubro de 2001. O CTC atribuiu ao Programa de Aqüicultura da FURG a nota 04 (quatro) e recomendou o seu funcionamento para o nível de Mestrado, cadastrando o Curso com o número 42004012011M0 e o Programa com o número 42004012011P0.
O Doutorado em Aqüicultura foi aprovado pela CAPES, através do Conselho Técnico Consultivo (CTC), em reunião do dia 27 de julho de 2007, atribuindo conceito 4, o que habilita o Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura da FURG a oferecer curso nos níveis de Mestrado e de Doutorado. O Doutorado veio a contribuir com a formação de pessoal de nível superior altamente qualificado.